domingo, 12 de junho de 2011

Ethernyt: a guerra dos anjos - Márson Alquati


Oi gente! Tudo beleza?

O livro começa com a cena de um assassinato,no Rio Grande do Sul, bastante incomun,cena que lembra muito um ritual satânico, então o experiente agente Tomas é chamado para resolver o caso e ele logo descobre que esse caso é muito mais que um simples assassinato isolado e que um ritual seria a menor das suas preocupações. Rapidamente um grupo de investigações é formado por: Desiree, Barabás, Leon, Ghenzi e Tomás.
Eles passam a rodar o mundo atrás de pistas que levem aos culpados do crime ocorrido no Brasil, pois uma pista leva a outra e cada uma leva a um continente diferente. As pistas estão todas em códigos e muito bem escondidas, então é preciso da sabedoria de todos para que elas sejam desvendadas corretamente.
Com essa busca incasavel por respostas eles chegam a um descobrimento jamais imaginado. O da existência de anjos entre nós, mas não os anjos que estamos acostumados a imaginar. Esses anjos vieram de outro planeta, chamado Ethernyt, e habitam a terra a muitos e muitos séculos.
É a partir de todo esse conhecimento que eles se vêem envolvidos em uma batalha milenar entre anjos e demons, e que todos os humanos serão envolvidos nessa luta final, podendo trazer consequencias boas ou ruins.

O livro tinha tudo para ser nota 5, ele tem todo aquele estilo Dan Brown que eu tanto gosto, mas não é. A leitura começa bem ativa, envolvente e misteriosa depois se torna cansativa e "enrrolativa", eu só queria acabar logo o livro para me livrar dele. Inventa tanta coisa que começa a perder o sentido e se torna por demais forçado. Os personagens são bons e as falas também, mas a história no geral não me agradou. Espero que quem for ler goste mais do que eu.
Nota: 2 de 5
bju!





9 comentários:

  1. vixee... to sentindo que eu vou me decepcionar com esse livro. Se tu não gostou, imagina eu! kkk
    bjs
    Liv
    http://paponosense.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa... ritual satânico?? Q medo... Não gostei não... rsrs

    Bjs!
    Pam Fardin
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Raissa!
    Bem não vou comentar muito pois ainda não o li, mas o lerei em breve pois o adquiri, ele esta no meu desafio anual e o lerei em setembro. Mas como gostos, cores e amores não se discutem. Vou aguardar minha leitura para tirar minhas próprias conclusões.

    Espero que os outros livros do selo te agradem, vou aguardar a resenha dos próximos.

    Beijokas Elis!
    A Magia Real - http://lorielisandra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. gostei do enredo! criativo e beem surreal... mas não sei se leria! ;)

    ResponderExcluir
  5. Odeio quando o autor começa a enrolar a história ¬¬ O livro até parecia bom, pelo o que vc disse, mas agora fiquei com o pé beeeem atrás o.O

    Ótima resenha =)

    teh mais

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Eu também tive essa impressão de enrolação. Em alguns pontos fica interessante, mas são tantos altos e baixos que cansa demais.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Essa nota no final desanimou. De verdade.

    Beijos!!

    Arte Around The World

    ResponderExcluir
  8. Oi Raissa, tudo bem?
    Ah eu gostei do livro, senti a "enrolação" como parte da trama sabe, só não gostei muito dos termos técnicos, tipo sobre as armas sabe...E senti falta de um bom romance, algo que só no finalzinho surge. Mas no geral gostei.

    Beijokas

    Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  9. Gente, livros ruins fazem parte da vida... imagina você gostar de absolutamente TUDO q lê? isso só é um indício de que você não tem personalidade, né?
    enfim, esse não faz meu tipo de livro, então não passaria perto dele antes de ler sua resenha de qlqr forma... mesmo assim, adoro resenhas negativas! é mais fácil de sentir se os pontos que o resenhista gostou ou não se aproximam do nosso gosto!
    Beijos amiga! Otima resenha xD

    ResponderExcluir